Acerte nas cores

Quando o assunto é decoração, tudo pode acontecer. Achei uma reportagem interessante no The Knot destacando os 10 principais erros na cartela de cor de um casamento. Como queremos um dia perfeito, vamos aprender para ter a decoração que sonhamos?

1. Usar muitas cores

Na escolha das cores a simplicidade é a chave do bom gosto. Escolha de três a quatro cores para dar um charme para os arranjos sem poluí-los. Se você não quiser cores diferentes, pense em trabalhar com o degradê ou escolha uma cor de forte impacto ou neutra como roxo e branco.

2. Usar cores da moda

Escolher as cores que você realmente gosta é fundamental. Não escolha cores de tendência se elas não coincidirem com suas favoritas; lembre-se que você as verá em fotos o resto da sua vida. Uma boa dica é seguir para as cores que você mais usa no dia-a-dia e que você colocaria na sua casa, por exemplo.

3. Usar muitas cores vivas

Se gostar de cores vivas, tente escolher como cor secundária para a decoração um tom mais suave. Assim nenhum olho ficará cansado. Combinar cores vivas com preto e branco ou azul marinho e creme pode ser uma boa opção. Sempre decida no que você vai colocar o tom forte, para que todo o resto o suavize… exemplo: se você gosta de pink e quer flores rosas choque, para todo o resto use branco ou creme, por exemplo. Não coloque rosa também nas forminhas, embalagem do bem-casado, lembrancinha e etc, mas sim escolha um tom mais neutro – até um prata fica bonito, caso queira dar um destaque além do rosa.

4. Usar uma combinação de cores que remeta a algo

Algumas combinações de cor tem uma conotação específica. Por exemplo: azul e vermelho lembra EUA, vermelho e verde lembra Natal, etc. Se fizer questão de usar cores que lembram algo, o truque é mudar a tonalidade ou acrescentar uma cor que creme o combo. E isso não vale só para os arranjos, mas para vestimentas! Se vestir uma dama de amarelo e der um buquê vermelho, por exemplo, estará a vestindo de Ronald McDonald, e assim vai.

5. Ignorar textura

Quando pensamos em decoração nosso cérebro já puxa para a combinação de cores. Esquecemos que decoração envolve, também, textura – que dá um pouco de profundidade e charme ao ambiente. E quanto dizemos textura estamos falando não apenas da textura em si, mas também de estampas. Use caminho de mesa, por exemplo, para dar um toque a mais na decoração das mesas, pense em toalhas que não sejam brancas, etc.

6. Ignorar o estilo e as cores do local da igreja e da recepção

A maioria dos espaços possuem paredes e chão em cores neutras, mas podemos esperar de tudo nessa vida. Portanto, quando for escolher o local da recepção leve isso em cosideração, para depois não ter problema de a decoração que sempre sonhou não combinar com o estilo do espaço escolhido. No final você terá de usar a decoração do local para guiar a escolha das cores e acessórios.

Já para igreja isso é mais difícil… então na igreja sonhe apenas com cores mais neutras.

7. Limitar-se a duas cores

Não tenha medo de combinar mais de duas cores, só faça um teste antes para ver se as cores escolhidas realmente combinam.

8. Esquecer da identidade visual como um todo

Hoje em dia muitos já começam a pensar em “identidade visual do casamento”. Ou seja, quando o convidado recebe se convite ele já vê um pouco do tipo de decoração que terá na recepção. Então, quando pensar no convite tenha mais ou menos em mente o que quer para a recepção, para o convidado já entrar no clima. Isso não significa que você terá de mandar um convite roxo caso escolha o roxo como cor primária para seu casamento; o toque pode ser um detalhe no envelope, na letra, etc. E lembre-se que o convite também deixa claro o tipo de festa para orientar seus convidados em relação às vestimentas: mais casual ou mais tradicional.

9. Tentar combinar a cor primária do seu casamento com flores

Se não tiver muitas flores naturais disponíveis na cor dos seus sonhos, não force a barra! E lembre-se também que às vezes há flores na cor que você quer, mas não na época em que você vai casar. Nesses casos a solução mais simples é (1) escolher a época das suas flores para casar ou (2) usar sua cor em outros elementos, como uma fita em um vaso.

10. Insistir que todas as madrinhas vistam a mesma cor e modelo

Não limite-se a apenas uma cor para todas as madrinhas, nem todas as pessoas ficam bem na cor que você escolheu e isso é um costume bem norte-americano. A melhor saída é pensar em uma combinação de cores que agrade a todas e, principalmente, a você.

Vamos ver algumas combinações pouco comuns e combinações fácil de acertar?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s